quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

CARNEIRO ENTRA EM CHOQUE COM ABAIXO-ASSINADO E CAUSA TUMULTO NO CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE

Fontes relataram ao blog que o Diretor da DIRSAT, Sérgio Carneiro, ficou profundamente abalado e deprimido com o teor do abaixo-assinado pedindo sua exoneração do cargo, feito pela ANMP.

Além disso, piorou seu humor ao ver que em menos de 12h já haviam 1000 assinaturas. (Já passou das 3.000).

Tenso, causou tumulto dentro e fora do INSS. Foi ao Conselho Nacional de Saúde, que ocorreu semana passada, e interrompeu uma palestra do MPS para pedir apoio ao cargo e "passou" entre os presentes um abaixo-assinado feito por cupinchas dele pedindo sua permanência.

Além de mostrar uma divisão interna que o MPS não queria transparecer, deixou a Previdência em uma saia justa pois prometeu mundos e fundos a uma platéia que tinha acabado de ouvir do Ministério que a falta de dinheiro iria paralisar vários projetos. Foi uma confusão.

Carneiro também mostrou fraqueza ao precisar que pessoas de fora do INSS assinassem um abaixo-assinado em sua defesa, mostrando que internamente não tem apoio.

Fraco, inseguro, assediador e incompetente, Carneiro conseguiu a antipatia de todo o INSS, incluindo a própria presidência. Só não caiu ainda, provavelmente, para não dar mais gás a greve dos peritos em andamento. Se eu fosse a Infelisete faria o mesmo, já que sua demissão agora daria mais gás aos peritos em greve.

O blog também conseguiu o nome da perita que escreveu o abaixo-assinado em defesa de Carneiro: Se chama Viviane Boque, cedida do Rio de Janeiro para a DIRSAT.

Os pelegos amigos de Carneiro, os "multiprofissionais", são tão incompetentes e desprestigiados pelo diretor da DIRSAT que precisaram de uma médica para escrever um abaixo-assinado contra médicos. 

O Diretor Carneiro está certíssimo, ao menos, ao se referir a sua idéia de equipe multiprofissional como os "peritos" e os "outros". Os "outros" (paramédicos e ativistas, em geral), parecem ser incapazes de ao menos escrever um texto que defenda suas teses anti-médicas. Precisam de médicos para atacarem os médicos.

4 comentários:

Andre Silva disse...

Triste que para defender uma categoria (algo perfeitamente compreensível) seja necessário denegrir as demais (falta de argumento ou escrúpulo). O conhecimento é vasto e, mesmo que haja uma referência, as demais a complementam.

Hafiz Ben David disse...

Denegriu o quê? Você entendeu o texto?

THOMAZ disse...

Assim concordo......complementam......mas quando não há o que complementar quando a atribuição é medica, e o medico não necessita, para que encher de funcionarios ociosos ????????

Medico disse...

;))
Mimimi