quinta-feira, 5 de novembro de 2015

MINISTRO BARBOSA: QUEM DÁ PEDALADA EM DOENTE NÃO VAI PARA O CÉU.

É notícia permanente nos principais telejornais do Brasil: A greve dos peritos médicos já dura dois meses e não tem prazo para acabar. Um milhão de perícias não-realizadas, filas para março de 2016.

Os peritos alegam que entraram em greve por falta de negociação por parte do Governo. O STJ reconhece a legalidade do movimento e determina suspensão do corte do ponto feito de forma arbitrária. O Governo descumpre a liminar e cria factoides para postergar sua obrigação de fazer.

A perícia está em greve há dois meses e mesmo com ponto cortado e liminar descumprida se mantém na greve, sem prazo para acabar. Uma greve onde os grevistas resistem ao corte do ponto é uma greve vitoriosa por si só. Só que essa greve precisa de um acordo, e em cima desse acordo está sentado o Ministro do Planejamento, Nelson Barbosa.

Inflexível, o Ministro determinou que não seja feita nenhuma negociação com carreira nenhuma, exceto as amigas, como a AGU.

A intransigência do Ministro vem causando problemas a milhões de brasileiros. Os peritos não pedem nada que já não foi pedido pelo próprio MPS ao MPOG em 2014: 30h, reestruturação da carreira, segurança e carreira valorizada. A pauta não tem nenhum impacto no ajuste fiscal, pelo contrário, a implementação da mesma geraria uma austeridade na casa das dezenas de bilhões de reais anuais.

O MPOG mente descaradamente para a imprensa, que já não acredita mais em seus releases sobre como estão "empenhados" em chegar a um acordo e resolver a greve. Estão, sim, empenhados em derrubar na Justiça o movimento paredista dos peritos, em uma sucessão de ações protelatórias.

De onde vem tamanho conforto do Ministro do Planejamento? Provavelmente ao olhar o balanço do INSS e verificar que em dois meses de greve houve uma economia estimada de R$ 700 milhões considerando 1 milhão de perícias desmarcadas, a média histórica de 70% de concessão e o valor médio dos benefícios pagos pelo INSS de R$ 1.003,56 (Portaria MTPS nº59 de 05/11/2015).

Ou seja, trata-se de mais uma "pedalada" do pai das pedaladas, Ministro Nelson Barbosa. Só que essa pedalada é especialmente cruel, pois bate na cara do servidor e do cidadão que necessita do atendimento. 

Um Ministério que privilegia a pedalada em prol do acordo com uma categoria que resolveria inúmeros problemas a curto e a médio prazo deve ser um ambiente muito gelado para se trabalhar, o Chefe de Gabinete de um Ministério desses deve ser o próprio Caronte.

Caronte, chefe de gabinete do Ministro Barbosa, levando as almas mortas para o gelo do inferno.

Ministro Barbosa: Saia de cima da mesa, pare de protelar o acordo. Lembre-se do que já diziam nossos avós: Quem dá pedalada em doente não vai para o céu.

20 comentários:

Paulo Roberto disse...

A ANMP deve encontrar um espaço na mídia e denunciar com ênfase e intensidade esta nova pedalada e a sordidez do governo para com o povo. Como pessoa física não tenho acesso ã mídia, mas a ANMP deve perseguir este objetivo

E.G. disse...

O calculo da pedalada tem que levar em consideração tb que o tempo médio de beneficio é de 2 meses. O que eleva para 1,4Bi a conta.

Fabio Bernardo disse...

Gostaria muito de entender as autoridades desse país os médicos perito do INSS estão en greve a dois meses mas continua a receber seus salários nós quê estamos dependendo deles estamos sem receber o nosso acho quê todos tem o direito de fazer greve mas pessoas estão quase ou até passando fome ficando mas doente do quê estava será quê as autoridade comprometida verdadeiramente com o povo não deveria tomar uma atitude ninguém está pedindo favor é um direito acústico eles os médicos continuam a receber seu salário eu tenho certeza quê se o ponto deles fosse cortado com certeza essa greve já teria acabado..só nos resta é pedir a Deus que tenha misericórdia de todos nós quê hoje infelizmente depende do homem....

Fabio Bernardo disse...

Gostaria muito de entender as autoridades desse país os médicos perito do INSS estão en greve a dois meses mas continua a receber seus salários nós quê estamos dependendo deles estamos sem receber o nosso acho quê todos tem o direito de fazer greve mas pessoas estão quase ou até passando fome ficando mas doente do quê estava será quê as autoridade comprometida verdadeiramente com o povo não deveria tomar uma atitude ninguém está pedindo favor é um direito acústico eles os médicos continuam a receber seu salário eu tenho certeza quê se o ponto deles fosse cortado com certeza essa greve já teria acabado..só nos resta é pedir a Deus que tenha misericórdia de todos nós quê hoje infelizmente depende do homem....

Valeria Lisboa disse...

Aguardo minha primeira perícia desde 29.07. Estou em tratamento de câncer, fiz cirurgia e faço quimioterapia. Não tenho como pagar minhas contas.

Valeria Lisboa disse...

Aguardo o atendimento de minha primeira perícia desde 29/07 sem sucesso. Na agência da Lapa (São Paulo). Estou em tratamento de câncer, fiz cirurgia e faço quimioterapia. Não tenho como pagar minhas
contas. Não sei o que fazer e nem a quem recorrer.

Hafiz Ben David disse...

Na ditadura se cortava ponto e se demitia grevistas: estamos numa democracia!

juscelio disse...

É uma vergonha essa atitude dos senhores medicos peritos, com salarios de 16 mil reais por mes, pagos com dinheiro do povo, dinheiro do trabalhador, do peao de fabrica, da faxineira da escola, do comerciante, e etc.
Rebendo um salario desses, em ano de crise em que muitas pessoas perdem seu empregos, devido a má gestao do governo federal, os senhores medicos estao querendo o que mais???
Pais de familia, crianças e idosos passam necessidades.basicas por atitudes como essa, greve.
O brasil ta pior que a casa da maria joana, tao fazendo oq querem. No pais onde se assalta o dinheiro do povo, na cara dura.
Fiz cirurgia de visicula em setembro, ja remarcaram 3 vezes minha pericia, meu nome foi para o spc, pois nao recebo de lado nenhum, conta a ajuda dos parentes para o basico.
E ae povo, a gente vai ficar aguentando isso ate quando?? Vamos para ruas, para as agencias do inss, pois quem paga esses funcionarios federais somos nos trabalhadores, o povo!!!
Nao pertenço a partido politico, nao sou um black block, nao sou um bardeneiro, sou apenas um cidadao brasileiro, que exige que seus direitos garantidos pela constituiçao, seja cumprido e respeitados.

Anderson Leonardo disse...

Respondam as perguntas acima peritos....cade voces agora??Respondam....

APS Glicerio INSS disse...

Vamos aos fatos:

1) Greve é um direito legal de qualquer trabalhador, desde que sejam respeitados alguns requisitos mínimos, como 30% de atendimento etc;

2) A greve ocorreu somente após esgotadas todas as formas de negociação com este desgoverno, eleito pela maioria dos cidadãos, muitos dos quais agora perderam seus empregos, vem a inflação disparar, a violência aumentar e que agem como se nada tivessem a ver com a história;

3) Os peritos médicos do INSS são servidores públicos federais, admitidos mediante concurso público, que também pagam impostos, ou seja, no limite, pagam para trabalhar. O salário, que para muitos parece alto (devem receber menos devido a baixa escolaridade média do brasileiro, excesso de terceirizações etc) está aquém das remunerações de outros cargos com tal nível de responsabilidade. Não vejo ninguém reclamar de juízes ganhando R$ 25.000 por mês e demorando anos para julgar alguma coisa;

4) Não sei se agem de ignorância ou má fé ao dizer que tem que esperar passar por perícia para depois poder voltar ao trabalho. Podem voltar ao trabalho imediatamente, se for o caso, e depois fazer a perícia e caso seja aprovado, não perder os dias parados;

5) Se querem realmente protestar, vão fazer isso lá em Brasília, pois a corja foi eleita por vocês!

Também queremos ver nossos direitos constitucionais respeitados. Essa conversinha de que não pertence a nenhum partido político, que não é adepto da violência, mas que que ir para a frente das agências "protestar" fica parecendo incitação à violência...

Hafiz Ben David disse...

Estamos em greve!

Hafiz Ben David disse...

Dezesseis mil uma pinoia! São onze mil reais, brutos, sem impostos e/ou previdência! Não reclame aqui: não somos os culpados! Greve é um direito constitucional tanto quanto o teu!

José Antonio disse...

Eu penso que essa greve pode ter sido encomendada pelo governo e talvez peritos só estejam obedecendo ordens.
Já vimos que o partido dos trabalhadores não estão nem aí para a situação dos mais indefesos.
Imaginem só a economia para o PT com essa greve.

José Antonio disse...

Não sabemos quem está de má fé nisso tudo, onde estão os "Carontes" da situação. Mas sabemos que todos envelhecerão e adoecerão e em seus momentos inevitáveis de sofrimento íntimo e individual, venha à sua memória o que fez com pessoas indefesas. E que receba nesse momento e no pós-morte a "recompensa" merecida.

leandro cavalcante disse...

Eu sou perito do inss e acho uma injustiça o que estão fazendo com o povo brasileiro!tem perito maldosos tem sim,mas graças a deus quero um dia me aposentar de cabeça erguida,adoro minha profissão e não gosto de prejudicar ninguém!está greve está tudo errada,graças a deus eu estou indo trabalhar normal!

Almirene disse...

Querem uma dica de protesto inteligente?
APROVA E ALONGA BENEFÍCIOS PARA A PROLE, VOCÊS estão "DANDO UM TIRO NO PÉ" Com esse movimento e atingindo quem não tem culpa e nem como pagar essa conta.
Uma categoria nada amada, mas temida pelo povo. Vocês conseguiram amedrontar mais ainda a prole. Ainda posta 1 MILHÃO como prêmio. Deveriam se envergonhar e se comover com as famílias que estão passando FOME.

Renata silva disse...

Tudo isso é um absurdo, uma falta de respeito com o cidadao que contribui e na hora que precisa cade os meios de resoluçao, esses peritos com salarios altissimos o governo economizando nosso dinheiro e nos com as contas chegando e o dinheiro para honrar os compromissos... cade?

Andréa disse...

Eu vi essa noticia mesmo, mas meu esposo trabalha na ECT e tentou voltar sem a perícia, não deixaram, falaram que só depois que o INSS liberar

Andréa disse...

Não vi resposta para meu questionamento.Não falaram que estamos agindo de má fé? E quanto a ignorância,não sei mesmo sobre os trâmites de uma perícia, não trabalho com isso

Hafiz Ben David disse...

Kkkkkkkk! Es candidato? Também estou indo trabalhar!